domingo, 20 de dezembro de 2009

RhB - Via métrica suíça

Olá a todos.

Para além da Escala N, por vezes fujo um pouco para o H0, mas não para a via standard.

Como sabem, de gosto imenso da Época III alemã, tudo que é Suíço é para mim uma paixão. Apesar de tudo o que possam dizer deles como povo, a verdade é que os suíços têm comboios para todo o lado, e a terra do Zé Povinho continua a apostar no carro e no camião para o transporte. Mas adiante...

Uma das companhias suíças de CF que me fascina é a RhB, talvez pelas suas locomotivas eléctricas estranhas, talvez pelos viaductos extraordinários, não sei explicar. É qualquer coisa que me atrai, mesmo sem nunca ter posto os meus pés fora de Portugal.

A RhB é uma companhia de CF que opera em via métrica (bitola de 1000mm, ao contrário dos 1435 standard ou dos 1668mm ibéricos). Reduzido à escala 1:87 dá uma bitola de 12mm (a mesma da Escala TT) ao contrário dos 16,5mm do H0 normal. Daí a designação H0m.
Um dos fabricantes mais fortes e que se dedica bastante à RhB é a BEMO. Não é fácil encontrar em Portugal, tendo que recorrer por vezes ao estrangeiro, o que dificulta a aquisição, devido aos portes elevadissímos assim como podemos ter problemas com garantias. É por isso é que não sou grande coleccionador desta escala, mas lá de vez em quando vem uma peça ou outra...


Como tal, e depois de umas pesquisas, encontrei uma peça de um coleccionador que se está a desfazer de tudo e está a vender ao desbarato, mas mesmo ao desbarato!!! Até fiquei parvo! Como prenda de Natal, lá teve que ser! E eis que me aparece a minha primeira locomotiva BEMO da RhB.

É uma Ge 4/4 I, nº 601. Bem, só posso dizer bem de um modelo que é antigo. Até o detalhe dos freios e molas de suspensão das tampas dos bogies é fenomenal! Mesmo com o motor de três polos, rola que é uma maravilha. Por enquanto está analógica, mas tenciono digitalizar quando possível. Faltam-lhe as peças de detalhe (mangeiras de freio e um engate), mas essa com tempo irei procurar...

A minha escolha pela Escala N deve-se pela falta de espaço que tinha e tenho para um cenário credível. A via estreita H0m ocupa mais espaço que o N, mas menos que o H0 normal. Pode ser que um dia, quando me reformar, tenha a hipótese de ter um circuito nesta escala. Até lá fica apenas o sonho!!!...

Abraço a todos e Feliz Natal!

1 comentário:

Iberista disse...

Também eu gostaria muito que houvesse mais Bemo cá pela Santa Terrinha! E material H0e (para além do H0m)! :)