domingo, 20 de dezembro de 2009

RhB - Via métrica suíça

Olá a todos.

Para além da Escala N, por vezes fujo um pouco para o H0, mas não para a via standard.

Como sabem, de gosto imenso da Época III alemã, tudo que é Suíço é para mim uma paixão. Apesar de tudo o que possam dizer deles como povo, a verdade é que os suíços têm comboios para todo o lado, e a terra do Zé Povinho continua a apostar no carro e no camião para o transporte. Mas adiante...

Uma das companhias suíças de CF que me fascina é a RhB, talvez pelas suas locomotivas eléctricas estranhas, talvez pelos viaductos extraordinários, não sei explicar. É qualquer coisa que me atrai, mesmo sem nunca ter posto os meus pés fora de Portugal.

A RhB é uma companhia de CF que opera em via métrica (bitola de 1000mm, ao contrário dos 1435 standard ou dos 1668mm ibéricos). Reduzido à escala 1:87 dá uma bitola de 12mm (a mesma da Escala TT) ao contrário dos 16,5mm do H0 normal. Daí a designação H0m.
Um dos fabricantes mais fortes e que se dedica bastante à RhB é a BEMO. Não é fácil encontrar em Portugal, tendo que recorrer por vezes ao estrangeiro, o que dificulta a aquisição, devido aos portes elevadissímos assim como podemos ter problemas com garantias. É por isso é que não sou grande coleccionador desta escala, mas lá de vez em quando vem uma peça ou outra...


Como tal, e depois de umas pesquisas, encontrei uma peça de um coleccionador que se está a desfazer de tudo e está a vender ao desbarato, mas mesmo ao desbarato!!! Até fiquei parvo! Como prenda de Natal, lá teve que ser! E eis que me aparece a minha primeira locomotiva BEMO da RhB.

É uma Ge 4/4 I, nº 601. Bem, só posso dizer bem de um modelo que é antigo. Até o detalhe dos freios e molas de suspensão das tampas dos bogies é fenomenal! Mesmo com o motor de três polos, rola que é uma maravilha. Por enquanto está analógica, mas tenciono digitalizar quando possível. Faltam-lhe as peças de detalhe (mangeiras de freio e um engate), mas essa com tempo irei procurar...

A minha escolha pela Escala N deve-se pela falta de espaço que tinha e tenho para um cenário credível. A via estreita H0m ocupa mais espaço que o N, mas menos que o H0 normal. Pode ser que um dia, quando me reformar, tenha a hipótese de ter um circuito nesta escala. Até lá fica apenas o sonho!!!...

Abraço a todos e Feliz Natal!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Notícia de última hora!

Olá a todos.

Informação muiiiiiiiiiiiiiiiiito importante:

O fórum http://forum.modelismo-na.net passou a incluir uma secção sobre o modelismo ferroviário, o meu adorado hobby.

Finalmente um local na Internet em português, que é dedicado ao modelismo, tem agora esta secção. Visitem, que vale apena. Muito do que aprendi foi aqui.

Abraços!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

E antes que me esqueça!!!...

Desejo um Feliz Natal a todos e um 2010 cheio de modelos ferroviários.

Saudações ferromodelistas!!!

domingo, 13 de dezembro de 2009

Ando preguiçoso!..

Olá a todos!..

Pois é... ando com uma preguiça brutal. O serviço nesta altura aperta sempre, e quando chego a casa não me apetece nada!!! Mas hoje, depois de uma noite muito bem dormida, arregacei as mangas e acabei dois modelos que tinha começado.

As técnicas de pintura e acabamento foram quase as mesmas, apenas adicionei uma fase: algumas das peças foram "primadas" com um spray castanho da NOCH. Desta forma consegui um acabamento mais uniforme com peças de cores diferentes, como foi o caso da Pizzaria (VOLLMER 7681).

A torre de sinais (KIBRI 7805) ainda não está completamente acabada, pois as escadas não ficaram como acabamento que eu queria.

Aqui ficam as fotos:








Espero que gostem!
Abraço a todos!!!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Altstadttor Schanielburg

Olá a todos.
Aí vai mais um modelo da Faller, o 232284. Quando o tirei da caixa, pensei... Meu Deus, que plástico mais feio.
Estou fã incondicional da Vallejo. Para quem não pinta a aerógrafo, e só a pincel, são excelentes!! O aérografo está armado, sempre, mas de vez em quando, gosto do pincel, e para este caso foi o melhor.
Estes edifícios são as "portas da cidade antiga". Era mesmo isto que eu queria!
Ai vão as ditas:

Detalhe da estátua. Este soldado terá uma importância na cidade de Schanielburg...








Mais um trabalho que irá embelezar o módulo 2.. Espero eu!

Abraço a todos.

domingo, 22 de novembro de 2009

DVD Review


Olá a todos.

Hoje decidi mostrar um dos DVDs que faz parte da minha colecção de "bibliografia" sobre modelismo ferroviário.
Este DVD é do Paul Scoles, um senhor do modelismo ferroviario norte-americano.
Descobri a sua maqueta através da Great Model Railroads 2010, que já está disponível nas bancas, e fiquei "maluco". Daí até a mandar vir o primeiro DVD foi um pequeno passo.
Sobre o DVD, o que há a dizer... Meu Deus! Este modelista mostra como constrói uma parte da sua maqueta, e o próprio diz que não é nenhum "expert". Ele faz parecer o difícil fácil, com as técnicas a que nós estamos habituados a ver serem aplicadas de uma forma bastante expedita. O resultado final é o que se espera. Sem dúvida, foram alguns €uros muito bem gastos.
O único senão é estar em NTCS, o que para algumas TV's ou DVD-Players poderá ser a complicado.
O DVD pode ser encomendado através do site do Paul Scoles.
Força a todos.

E vão 10000...

Olá a todos.

Mais uma mensagem de agradecimento a todos os que visitam o meu site. Já vamos nas 10 mil visitas, desde que o abri.

Obrigado a todos.

Abraço.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Under the hood!

Olá a todos.
Primeiro a fotografia da praxe:

Elah!!! Tantos cabos e fios por todo o lado... então mas o circuito não é digital??? Sim é, mas... passemos às explicações.

Se bem se lembram, uma das minhas ideias no início era ter os desvios manuais, de forma a que cada pessoa que tivesse a operar a maqueta podesse controlá-los. Mas entretanto, também pensei: "Se vou levar isto a exposições, tenho que a ter funcional à distância!!!" Foi então que decidi digitalizar as agulhas também. Com este problema resolvido, surgiu-me outro: os gulosos solenóides da PECO.

Estes motores são bons, resistentes, mas muito consumidores. Por cada vez que se ligam, no meu caso, têm que vencer a mola que os desvios têm e também têm que movimentar o PL13. Com isto consomem 2.5A, pelo que um descodificador normal não tem capacidade para os mexer. O 5212 da Viessmann que usei só debita 2.0A, mesmo utilizando a sua alimentação externa.

Como resolver? Aproveitar a saida do descodificar para "atacar um relé". Um relé não é mais que um interruptor activado electricamente. Então a sequência é:
1º Ordem dada no comando;
2º Decoder recebe ordem e activa relé;
3º Relé actua sobre o motor, deixando passar alimentação vinda uma fonte mais forte e sem filtros.;

O que tinha mais à mão era um transformador de 18V e 18VA (1A). É curto, mas os 18V compensam a falta de Ampéres. Ah, e o mais engraçado... é DC, ou seja corrente contínua. Acabou-se o barulho irritante de campaínha que o motores PECO fazem quando alimentados por corrente alternada (AC)!


Uma close up do que estou a falar:



Fios castanhos e amarelos: Alimentação digital
Fios Azuis e pretos: Alimentação 18V DC

Fios castanhos, pretos e beijes: Ligação ao decoder
Caixinhas brancas: Relés

Para terminar, à pouco falei no PL13... este interruptor o que está a fazer é a mudar a polaridade do frog (coraçaõ) da agulha. Porquê? O frog normalmente só é alimentado pelos carris que encostam aos carris exteriores. Por si só, um método muito falível: um grão de balastro, pó, gordura da lubrificação das máquinas é o suficiente para quebrar o contacto eléctrico: o PL13 assegura que haverá energia sempre no coração das agulhas. Como estas que utilizo são Electrofrog, há que aproveitar este facto.

Espero que tenha sido útil.

Abraço.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Mannis-n-bahn

Olá a todos novamente.

Hoje, depois de um e-mail recebido do Manfred Rüger, descobri que este está a fazer videos da sua excelente e espectacular maqueta em Escala N.

Segundo o próprio, este é o primeiro, daí que tem muitas falhas, mas estou confiante que o Manfred irá corrigir todos estes probelmas.

Aqui fica então um video de uma das minhas fontes de inspiração.


E que tal? Para mim, excelente!

Cheers, Manfred!

Mais uma foto...

Para animar a malta.


A RENFE 319 da Startrain de saída de Schanielburg. Foi mesmo só para o boneco, pois uma locomotiva espanhola perto de uma cidade alemã iria ser uma situação estranha.



As árvores serão para substituir, ou trabalhar sobre estas, como já vem sendo hábito... 


Espero que seja do vosso agrado.


Um abraço a todos.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Uma das...

Minhas paixões no modelismo ferroviário são os modelos de via estreita. Sejam eles HOm, HOn3, HOe, On30, On21/2, Sn3, Nm, acho os modelos de via estreita belíssimos e diferentes de tudo o resto.

Dito isto, convido-vos a visitarem o site de Paul Scoles, onde ele apresenta os seus DVDs e mostra algumas fots da sua maqueta em Sn3 (A escala S é 1:64). São de uma beleza assustadora! Estas fotos levam-me sempre a querer evoluir as minhas técnicas...

Abraço a todos.

sábado, 24 de outubro de 2009

Alteração... de volta ao início!

Olá a todos.

Lembram-se disto?

"Ah e tal, mais interesse operativo." É certo, mas também mais confusão e mais linhas em cima da maqueta!
Recebi ontem um CD de fotos da maqueta de Manfred Rüger e depois de as ver e de me sentir inspirado... decidi vou voltar atrás!
Ai vão as fotos:

Começou a destruição! O que vale é que acortiça estava colada com cola branca!! Foi só colocar um pouco de água morna para amolecer.


O ensaio. A maqueta assim fica mais "leve" e mais interessante.


Ai está o carril no sítio! Mas ainda não acabou!...

Pois é! Ainda não acabou. Estou a achar que há ali qualquer coisa que não está a combinar bem. Vou reformular a minha decoração... ou não...
Fiquem atentos!
Abraços!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Nova entrada

Finalmente tenho uma 319 da RENFE. Só vos digo, a Startrain é excelente. Estou agradavelmente surpreendido com este material:



  1. Pintura muito bem acabada.
  2. Tampografias correctas e visíveis.
  3. Suave e silenciosa como seria de esperar (estou em crer que a base disto é KATO / Hobbytrain).
  4. Detalhes bastante interessantes para um modelo a 1:160
Foi oferecida, mas não me importava nada de a ter comprado!!! Foi só abri-la, colocar o descodificador, programar para andar a velocidades reduzidas sem "tremeliques", e toca a andar. falta fazer-lhe a rodagem!

Peço desculpa pela qualidade da foto, mas foi tirada um pouco à pressa.

Abraços a todos.

domingo, 11 de outubro de 2009

Mais umas fotos

Olá.
Hoje senti-me inspirado pelas fotos que vi da maqueta do Jacq Damen no fórum WorldRailFans e também através do site do Fritz Osterthun e decidi mais uma vez ligar a Nikon D40 para "bater mas chapas" ao módulo que está mais avançado.

Depois de umas boas dezenas, aqui ficam as minhas fotos:


A locomotiva Ce 6/8III número 13313 acaba de cruzar a estação com um comboio de mercadorias variado e pesado.


A VT98 continua mais um dia na sua luta habitual com a entrega dos passageiros a horas...


A vida vai continuando e evoluindo na pacata vila de Schanielburg!...

Regras de ouro:
 - Esquecer fotos do tipo "visão de helicópetro";
 - Nunca, mas NUNCA usar flash;
 - Apoiar a máquina com um tripé. Desta forma, conseguimos brincar com o modo manual das máquinas:
  • Corrigir a abertura da lente - quanto maior for o valor f-stop, teremos uma lente mais fechada, o que nos dará uma maior profundidade de campo;

  • A mudança indicada anteriormente irá fazer com que a máquina necessite de mais luz: Ou aumentamos a luz disponível sobre o assunto, ou damos mais tempo de exposição (sendo obrigadotório o uso do tripé) ou aumentamos o ISO (o que poderá provocar ruído nas fotos);

  • Utilizar o valor ISO mais baixo possível (a minha D40 não baixa do ISO200... está sempre nessa posição);

  • Muito importante: Ter iluminação correcta, de forma a não criar sombras.

Devo lembrar que não quero ensinar ninguém a tirar fotos às maquetas, mas estas são as minhas conclusões, depois de usar muito a minha D40.

Espero que gostem das fotos.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O módulo 1...

Avança. Devagar mas avança.

A vantagem de trabalhar por módulos cada vez mais se mostra. Posso-me dedicar a fundo a este módulo, sem pensar no seguinte, e chegar quase ao fim da decoração deste.

Textura do terreno = Busch 7527
Relva = Mistura de várias tonalidades NOCH, aplicado com GrasMaster
Balastro = Cinzento fino, refª 95650 da gama Woodland Scenics distribuída pela Noch e colado com Scenic Cement, também da mesma marca (excelente produto)
Solipas pintadas a aerógrafo com castanho afinado, e depois a ferrugem pintada com Vallejo 984



As árvores que vão ficar não são estas… Pretendo fazer algumas com o kit de ramos secos da NOCH. Estas foram só para dar algum preenchimento ao cenário, que eram sobras de projecto anteriores.



O maquinista avança depois de o sinal ter passado a verde. São 8h da manhã em Schanielburg, e o VT98 acabou de largar os passageiros que se dirigem aos seus postos de trabalho... A vida continua!...

Os cais foram feitos com perfis de balsa de 2,5mm cortados com 8mm de altura e colados na vertical. Depois enchi o fundo com cartão-maqueta (aquela sanduíche de cartão com espuma no meio) e enchi com gesso até cima. sempre em camadas finas. Quando secou, gravei as pedras que ficam na extermidade pintando-as de branco e o cais de cinzento com um pouco de castanho. Para dar um efeito de velho e sujo, diluí bastante um preto acrilico com água e aplicquei com uma esponja!

Abraço a todos.

domingo, 27 de setembro de 2009

A Modelscala acabou...

mas foi excelente, mesmo com todos os problemas inerentes à logistica necessária para a realização de um evento deste tipo. 

Sou capaz de ser um pouco agressivo, mas p..a!!... Dentro do grupo de pessoas que formavam a AMFP, continuam a ser os mesmos que mal ou bem esforçaram-se para estarem presente em mais uma exposição. Todos nós temos os nossos fazeres diários, todos nós trabalhamos, temos vida social e matrimonial, algumas das pessoas têm filhos com poucos anos de idade, mas não é por isso que deixaram de dar a cara, os arranhões no corpo e o suor para montar a maqueta e haver dois dias de "reinação com comboios". É a falta de associativismo, e a falta de "mão-de-obra" que levou estes membros da extinta AMFP (que friso que nada têm a ver com outras associações) a decidir que esta seria a última exposição em que participariam. 


Acho que conseguiram fechar a vida de "tour" da AMFP com Chave de Ouro. Dou os meus parabéns a todas essas pessoas que tentaram levar o modelismo ferroviário e os comboios eléctricos para a rua, para mostrar que este hobby, é, pode, e deve ser um meio de troca de ideias, e a partilha de informações. Foi também o meio que possibilitou demonstrar que este hobby é o melhor hobby do mundo, e não é necessário estar associado ao idoso fechado no seu sotão ou cave, ou da criança com a mítica e tortuosa oval no chão do quarto ou na mesa da sala de jantar.


Um pouco agora sobre a exposição concretamente. Mais uma vez, a A. M. Montijo mostrou que sabe organizar exposições de modelismo, sabe atrair modelistas, lojas e visitantes. O único senão que tenho a apontar foi o imenso calor que se fez sentir, sobretudo nas horas de maior afluência de visitantes. Os modelos... bem, esses... cada vez melhor!! Afinal, os modelistas portugueses sabem bem trabalhar o plástico!


Vamos às fotos que é o que interessa!

A parte do pavilhão onde estava a maqueta.


Material SUDEXPRESS MODELS em H0


Módulos Agrosul de A. Cavaco



Módulos Agrosul de A. Cavaco



Módulos Agrosul de A. Cavaco


Módulos Agrosul de A. Cavaco


Módulos do Sabugo de José Manuel dias e Estaleiro de P. Almeida


Locomotiva 269 RENFE da Electrotren


Disto foi que seu viu mais... malta de máquina fotográfica na mão!


CP 4700 artesanal


Dora a 1/35. A base onde ele assenta deverá tr perto entre 1,20 a 1,50m


Detalhe do envelhecimento do Dora


Pequeno diorama a 1/35


Pequeno diorama a 1/35


Excelente diorama, mas não me recordo da escala.


Porta aviões a 1/350?. Não consigo confirmar a esta altura.



Navio, qual a escala ?




Blindado a 1/35


Blindado a 1/35


Blindado a 1/35




Avião


Avião



Da esquerda para a direita:
Pedro Almeida, João Rafael, António Cavaco, Pedro Pinto, Sérgio Santos e eu, Luís Lopes.

Não posso deixar de agradecer a estas pessoas pelos momentos de diversão que me proporcionaram, assim como ao João Gonçalves, ao Sérgio Silva, ao Luís Gaspar, ao Pedro Branco e a muitos outros que apareceram por lá, e que deu para dar dois dedos de conversa.


Abraço a todos!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Exposição no Montijo

Olá a todos.

Este fim de semana de 26 e 27 de Setembro, vai realizar-se uma exposição de modelismo no Montijo, organizada pela A.M.M.

A mesma irá contar com a habitual Área Comercial e com a Área de Exposição. Para além dos fantásticos modelos estáticos, irá também estar presente uma maqueta modular, seguindo as normas "Maquetren".


Horários
Exposição:
15:00h às 20:30h (SÁBADO)
10:00h às 16:00h (DOMINGO)


Área Comercial:
10:00h às 20:30h (SÁBADO)
10:00h às 17:00h (DOMINGO)



quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Mais um link

Ora mais um link para a mesa do canto:

Heidi & Christian´s Modellbahnseite
Maqueta de Christian, onde mostra a primeira que construiu com alguns videos, bem como a construção da segunda. Mais uma vez a Escala N mostra bem o que vale, pois em 2,2m x 0,8m uma composição anda... mas anda!!! E não falta espaço para cenário. Felizmente com o IE 8.0, é fácil traduzir o texto em alemão, rapidamente. Maqueta na Alemanha.

Abraços a todos.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O cais de embarque

Umas fotos...



Depois explico!
Abraços!

Outra foto...

Para não dizerem que não se vêm fotos de comboios no meu site!!

Nikon D40 @ ISO 200, F/22, 13", 24mm

Abracinhos!!