quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O layout deste senhor é...

Fenomenal no mínimo...

Adoro todos os vídeos dele. Vejo e revejo, como se de uma bíblia se trata-se! É assim que quero que a minha maqueta se apresente.
Abraços a todos.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Aproveitar as férias...

Olá a todos.

Numa semana de aproveitamento de férias, vai de meter mãos à obra. 
- Fiz umas alterações ao plano de vias - acrescentei três agulhas. Ok, ok compliquei um bocadito...
- Fiz os cantões, e o respectivo painel de controlo, e electrificação.
- E construí as gares- fantasma. 

Vamos às fotos:

A alteração pretendida. Apenas para acrescentar um pouco de interesse operativo.


Aspecto geral após as alterações feitas.


Os cortes de via como normalmente faço. Depois de assentar avia e soldar a via, os cortes são feitos com o mini-berbequim e depois preenchidos com Evergreen colado com cianoacrilato (vulgo super-cola)


Aqui estão os cortes preenchidos com Evergreen. As soldaduras não estão bonitas, mas tenho que lhe passar o miniberbequim para lhes dar melhor aspecto. Espero que depois da via pintada e patinada fique com melhor aspecto.


A gare fantasma do lado esquerdo. É ao estilo Sector Plate. Ainda falta assentar a via.


O aspecto geral com as duas gares fantasma. Em casa apenas funcionará uma das gares, mas caso leve esta traquitana a uma exposição, funcionarão as duas. Em casa funcionará como estação terminal.

Bem... o que é certo é que já me posso divertir a fazer umas manobras.

Abraços a todos.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Mais qualquer coisita...

Olá a todos.

Bem, uns avanços e mudanças nos planos.

Os avanços ou avanço, foi a construção dos pés nos módulos, conforme mostra esta fotografia.


Entretanto, uma nova entrada na colecção. Uma BR 145 da Fleischmann. Todo o material de Época III foi despachado. Já que vai haver uma miscelânea, vou-me apenas manter em épocas mais recentes.


A mudança foi no traçado, conforme mostra a fotografia em baixo.

Mudei apenas para normalizar os topos, ou seja para que a distância entre o carril e a frente do módulo seja a mesma.

Já comecei a passar cabos, mas ainda falta muita coisa.

Abraços a todos e obrigado pelo vosso tempo.

domingo, 16 de setembro de 2012

Mais... afinal?

Mais um avanço... mas acho que afinal ainda não ficar por aqui.

Stay tuned...



Abraços.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Houve trabalho... Não cheira a suor???

Olá a todos.

Hoje deu-me uma vontade de assentar via que nunca mais acabava. Irra, que quando se mete qualquer coisa na cabeça, vai de agulha... ou agulhas neste caso.


Simplicidade acima de tudo. 3 agulhas apenas. "Ah e tal.. só???" Chega... e sobra... Duas agulhas raio longo, que sobraram de Schanielburg e um de raio curto também de Schanielburg.


A confusão instalada. Faz parte... Ferros de soldar, miniberberquins, transformadores....


E sempre a ser vigiado... a Engenheira estava a controlar o meu ritmo de trabalho...


O trabalho terminado, por hoje. Tenho que cravar uma serra tico-tico de forma a que consiga esventrar o módulo da ponte, para a assentar de forma correta..


O plano de vias é super simples. É uma estação de passagem com uma via de saco para um pequeno armazém, linha secundária.

Mais uma vez, uns palavrões, etc e tal... mas os comboios já andaram hoje.

Abraços a todos.

domingo, 9 de setembro de 2012

Será que é desta que termino um projecto??

Olá a todos.

Para além do M31, projecto que será iniciado em breve, apeteceu-me fazer um pequeno layout permanente / modular, que será muito simples.

Ainda não tem nome, mas aceitam-se sugestões.

A ideia será aproveitar algum do material que sobrou quando desfiz Schanielburg (sobretudo vias), kits que fui montado, e material que foi oferecido.

O plano de vias foi baseado em diversas pesquisas que fiz.

As características são simples:

Base: Três módulos em contraplacado, oferecidos por um grande amigo, perfazendo um total de 2,50m. A profundidade é de 35 cm.
Via: Peco código 55, Escala N. As agulhas usadas serão de raio longo para a entrada na estação, e o raio curto para via de saco. Serão motorizadas mais tarde.
Controlo: DC, com um comando Gaugemaster e um TRIX.
Tema: Épocas mais recentes, baseado numa paisagem francesa (?!!!!!)
Circulação: Cruzamento na estação, fazendo a ligação com o resto do mundo atraves de duas gares-fantasma, colocadas em cada extremidade.

Vamos às fotos:
A base. Os três modulos juntos, mas ainda no chão. Há-de existir uma stante por baixo para arrumar tralhas....

O decorrer dos trabalhos. Riscos, riscos e mais riscos... Entretanto a Engenheira de quatro patas (o felino ca da casa) aparecia de vez em quando para ver como estavam as coisas a decorrer...

O plano de vias definido, a cortiça da Faller colada e a ponte (é KATO UNITRACK) colocada no sitio temporariamente.

O próximo passo será o assentamento de via, e construção de pelo menos uma das gares-fantasma.