sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Fios... e mais fios...

Olá a todos.

A facilidade de layouts e projectos mais pequenos é esta mesmo: em pouco tempo se faz grandes progressos, e facilmente chegaremos ao ponto de termos um cenário pronto ou quase pronto para colocarmos os detalhes que dão vida aos mesmos.

Ontem à noite, entre a minha hora de jantar (21H) e o início do "Biggest Looser" (23H), estive de volta dos cantões e a da arrumação dos fios que já vou tendo.

Como foi dito anteriormente este mini-layout será analógico, pelo que tive que fazer alguns cortes na via, com o miniberbequim (é tudo mini...) e um disco de esmeril: 
 

Depois preenchi os espaços com tiras de Evergreen, colado com CA. O facto de ser branco, irá ajudar a perceber onde estão os cortes de via, para parar o material circulante sem toques ou choques.

Com um bisturi e uma lima dei o acabamento final, retirando o excesso. 

No fim, arrumei os cabps todos com a ajuda de cola quente... lá foram mais uns palavrões. Na frente do layout já se vê a caixa de controlo de tudo isto. Resta-me agora arranjar uma maneira inteligente de ligar e desligar o transformador do layout... Estou a pensar em fichas RCA de áudio! 


E pronto. Agora já consigo fazer cruzamento de comboios e algumas manobras com vagões, muito facilmente. Em 6H, avancei um bom bocado...


Abraço a todos.

2 comentários:

NO BLOG disse...

Em vez de usares plastico para isolar as secções dos carris poderias usar eclisses isolantes que te dava muito menos trabalho... São iguais às outras, mas em plástico e com uma espécie de espigão fino a meio, que separa os carris apenas cerca de 0,5mm.

Luis Lopes disse...

A questão não é o trabalho. É a estética e a funcionalidade.

As eclisas isoladas em N são gigantes, mesmo depois de pintadas ficam a ver-se. E depois, com o branco do evergreen, basta-me olhar para o carril para ver onde está um isolamento.

Cpts.