quarta-feira, 11 de março de 2009

Tornar-me num modelista melhor...

Este foi um dos artigos que mais leituras obteve no meu site...

Achei por bem transcrevê-lo para aqui.

"Bem, como tão depressa não devo iniciar a construção de um layout novo, vou actualizando o meu blog com pensamentos... OK, OK é seca, mas pode servir como inspiração para outros.
Desde 2000 que ambiciono ser um modelista que faz cenários para os comboios capazes de aparecer em capas de revista. Ora, este é o sentimento principal: A ambição. Deparo-me muitas vezes com pessoas que querem ver os comboios a circular, mas quando se fala em decoração as respostas são:"Isso dá muito trabalho" ou "Não tenho jeito nenhum para isso".
Eu não acredito nisso. Eu próprio não nasci com o dom, mas esforço-me e vou lendo, treinando e aplicando. Não tenho medo de errar e de mostrar os meus trabalhos para serem criticados (desde que sejam criticas construtivas). Penso que 40% do resultado final tem a ver com os materiais correctamente escolhidos, 40% com a prática e 20% com o talento.
O modelismo ferroviário, é para mim, o meu principal hobby. Tenho outros, como a aquariofilia, mas é neste que tento sempre chegar um pouco mais longe.
Tendo isto em mente, para me tornar num modelista melhor, deverei:
- Ter a ambição para tal!

- Aprender com erros cometidos em maquetas anteriores.
- Pedir conselhos a quem sabe, e tentar implementar esses conselhos.
- Saber o que fica bem ou o que fica mal!!
- Tentar saber quais são os melhores e mais recentes materiais assim como as melhores técnicas para o cenário (vejo muita gente ainda a utilizar materiais antigos, quando existem coisas muito melhores) - Ex: Tapetes de erva Vs. Grassmaster da Noch.
- Ter a noção que os meus esforços passados nunca serão melhores do que os actuais. Sei que agora consigo fazer melhor, pelo que os anteriores eram o melhor que sabia na altura.
- Prática, muita prática!!!
- Ter acesso a DVD's para ensino (os norte-americanos têm muitos, e a Noch também).
- Ser muito "limpo" no que faço.
- Ter muita atenção à cor e à textura.
- Evitar adicionar demasiados elementos à minha maqueta. A criação correcta de cenas na maqueta é muito importante para o realismo.
- Aprender a utilizar washes (tintas muito diluídas) para os envelhecimentos.
- Utilizar pigmentos para envelhecimento ainda mais.
- Aprender a criar estruturas de raiz. Por vezes é mais fácil, do que estar a alterar um kit já antigo e com defeitos.
- Manter um ritmo de construção de modelos.
- Se possível, ir a exposições (que são muito poucas no nosso país, infelizmente) para poder falar, e discutir sobre o Modelismo Ferroviário.
- Estudar as fotos sobre o que tenciono retractar. O Modelismo Ferroviário é, sem dúvida, a reprodução da realidade à escala.
Eu sei que consigo! Basta querer..."


E o pensamento continuar a ser o mesmo...

Sem comentários: